Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Augusto vive — Augusto Cezar Netto


Prefácio

1 Leitor amigo:

Livro de um amigo dispensa a apresentação de outro.

2 Cremos, no entanto, seja compreensível o nosso dever de explicar que o jovem Augusto Cezar, transferido para a Vida Espiritual, prosseguiu atendendo ao seu nobre ideal de servir.

3 A princípio, conquanto a restabelecer as próprias forças, sob a assistência de abnegados benfeitores do Mais Além, dedicou-se à construção da esperança, entre os familiares, consolidando-lhes a fé em Deus e na sobrevivência da alma.

4 Em seguida, passou a edificar renovação e paz, alegria e responsabilidade de viver, entre os companheiros, especialmente os de nível etário dele próprio, que deixara no Plano Físico, através de páginas de bom ânimo e otimismo, entendimento e sinceridade n que lhe retratam a grandeza de sentimentos.

5 Agora, temo-lo neste volume, sustentando abençoado diálogo com os irmãos da Terra, que ele mesmo granjeou com a sua bondade e compreensão, abordando os assuntos mais complexos da alma humana, com a rara felicidade de unir o discernimento ao amor.

6 Eis porque, em lhe admirando a maturidade espiritual de sempre, somos impelidos a dizer-te, leitor amigo, que o nosso Augusto vive. E vive neste livro, cada vez mais unido a Jesus, traçando páginas que te entregamos, jubilosamente, como quem te oferece o coração de um amigo, transformado em baliza de luz.


Emmanuel


Uberaba, 10 de Fevereiro de 1981.



[1] Livro “Falou e disse” — edição do GEEM, 1978.


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir