Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Augusto vive — Augusto Cezar Netto


2

Fossa

1 Chapa, você é um amigo sesquipedal. Escreve pra gente, pedindo palas contra a fossa e dando a ideia de que anda invocado numa barca furada, filando boia no vizinho. n

2 Fiquei tão baratinado ao receber a sua milonga que fui à sua toca. Creia, que não fiz isso pra flagório porque não tenho a vocação de dedar seja a quem for. Julguei me fosse possível descascar algum abacaxi ou quebrar algum galho em seu benefício. Mas encontrei você amarrando o burro na sombra e de braços largados na finestra, olhando as máquinas que incrementavam a rua.

3 Quem lesse o seu papo haveria de supor que você estivesse precisando de algum girau, mas a verdade é que você está com os tubos: vida mansa, capim mimoso, nota alta, pastilhas empilhadas e leite de onça para esquentar a cuca.

4 Concluí, de imediato, que você, à maneira de tantos outros amizades que possuem boas pernas pra jambrar e mãos firmes para o trabalho, está morando numa fossa dourada. E, por sua carranca, notei que você está sofrendo o frio da paquera. Você se entortou com uma garota pinta-brava e ficou abilolado no pifão.

5 Saia dessa avenida e volte ao seu pesqueiro. Fique na sua de agir sem pirandelar. Esse negócio de namoro e festinha, vão uns e vêm outros. Quem perde água pelos poros, carregando obrigações, pode lavar o coração todos os dias.

6 Não se iluda. Essa história de fossa com a possibilidade de ser útil é um meio da pessoa se embananar. Recorde aqueles companheiros que estão seguindo pra frente com a cara e a coragem. Para muitos deles um pedaço de pão é uma joia na boca.

7 Você diz que reza muito. Pois olhe: não faça hora com Jesus, porque, conforme dizem por aqui, o Amigão Jesus Cristo tem hora marcada com quem vive construindo o bem nas pedreiras da vida.

8 Acredite que a sua fossa é cascata. E tristeza parada não dá camisa a ninguém. Coloque você mesmo pra jambrar no dever que a vida nos traça e não terá bulhufas de tempo, a fim de remoer gamações perdidas.

9 É isso aí. Trabalhar no bem para os outros é o melhor processo de esquecer a carga de nós mesmos.

10 Esteja certo de que não estou bronqueando. É só uma resposta e fim de papo.


Augusto Cezar



[1] Obs.: Para melhor compreensão de algumas expressões utilizadas pelo autor espiritual vide Glossário de gírias.


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir