Bíblia do CaminhoTestamento Xavieriano

Índice Página inicial Próximo Capítulo

Aulas da Vida — Autores diversos


19

Defesa contra obsessão

1 Doía ver o irmão Maurício Tessi, prostrado, na crise aguda de artrite reumatóide. Orava, sofria, esperava. A dor espraiava-se de um dos joelhos intumescido, assaltando o corpo.

2 Acompanhando-lhe a mãezinha desencarnada, Dona Etelvina, que nos fora devotada amiga na Terra, partilhávamos a oração, enquanto a equipe de enfermeiros espirituais atuava com recursos curativos do nosso plano de ação.

3 Finda a tarefa de auxílio, ergueu-se a velha amiga e perguntou, respeitosamente, ao dirigente da turma:

— Meu amigo, posso, na condição de mãe, saber por que motivo tanto demora a definitiva recuperação de meu filho?

4 O interpelado disse apenas:

— Sem dúvida. Aqui está o registro das reações dele nos dias últimos…

5 E com a exatidão de um técnico, no setor de trabalho que lhe é próprio, sacou da pasta pequena folha de papel em que nos foi possível, de imediato, ler as seguintes indicações, simples e expressivas, que se interrompiam justamente no dia de nossa presença, no quarto humilde:


6 MAURÍCIO TESSI — 36 anos no corpo físico.


7 DOENÇA — Providencial.


8 FASE — Experimentação.


9 MÉRITO INDIVIDUAL POR SERVIÇO À COMUNIDADE, ATÉ OS PRIMEIROS SINTOMAS DA MOLÉSTIA — Nenhum.


10 MOTIVO — Defesa contra obsessão e loucura.


11 AUXÍLIO A RECEBER — Socorro em bases de magnetismo curativo, somente para a sustentação de forças orgânicas e alívio controlado, até a melhora espiritual positiva.


12 HISTÓRICO — Os amigos e benfeitores do interessado, residentes nas Esferas Superiores, depois de lhe endossarem a presente reencarnação, observaram-lhe a tendência para estragar, de modo completo, a oportunidade recebida. Preocupados, solicitaram seja ele mantido em condições enfermiças, conforme os remanescentes das dívidas cármicas que ainda carrega no extrato corpóreo. Assim agiram para evitar-lhe a indesejável associação com Espíritos infelizes, procedentes de suas existências passadas caídos desde muito tempo, em processos de vampirização e criminalidade, com os quais o beneficiário vinha, a pouco e pouco, se acomodando.


13 ANOTAÇÕES DE 4 A 28 DE JANEIRO DE 1967

DATAS DE OBSERVAÇÃO
ESTADO FÍSICO
CONDIÇÕES ESPIRITUAIS

4

Crise

Fé, oração, humildade.

5

Melhora

Tranquilidade, teimosia.

6

Grande melhora

Agressividade, pensamentos escusos. Obsessores perto.

7

Crise

Obediência, conformação, gentileza.

8

Crise aguda

Elevação moral, prece.

9

Crise aguda

Nobres promessas de serviço ao próximo, altura mental.

10

Melhora

Bom humor, rebeldia.

11

Grande melhora

Intolerância, ideias menos dignas, obsessores atraídos.

12

Grande melhora

Desequilíbrio, obsessores no aposento.

13

Crise

Serenidade.

14

Crise agravada

Emoções superiores.

15

Crise aguda

Fé comovente, simpatia, generosidade.

16

Melhora

Calma, irritação.

17

Grande melhora

Pensamentos inconfessáveis, obsessores próximos.

18

Grande melhora

Obsessores dominando.

19

Crise

Obsessores repelidos.

20

Crise aguda

Confiança em Deus.

21

Crise Aguda

Votos de trabalho santificante, planos de caridade.

22

Melhora

Marasmo, azedume.

23

Grande melhora

Ideias lastimáveis, obsessores interessados.

24

Grande melhora

Obsessores na aura, caos interior.

25

Crise

Brandura, confiança.

26

Crise aguda

Afabilidade, benevolência.

27

Crise aguda

Doçura, lucidez, piedade para com os outros.

28

Crise aguda

Formosa renovação íntima. Raios de luz em momentos de prece.


14 A irmã Etelvina restituiu a folha de notas, entre serena e triste, agradecendo ao prestimoso cooperador:

— Obrigada, amigo. Maurício é meu filho. Antes, contudo, tanto ele e eu, quanto vós, somos filhos de Deus. E a Lei do Senhor foi criada para o bem de nós todos.

15 Em seguida, nosso grupo dispersou-se; mas permaneci longo tempo, junto ao enfermo, tentando meditar em minhas próprias necessidades e aproveitar a lição.

.Irmão X

(.Humberto de Campos)

Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir