Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Aceitação e vida — Margarida Soares


Capítulo 11

Belo Horizonte

1. — O caminho justo.

1 Deus nos abençoe, inspirando-nos no caminho justo.

2 Não devemos esperar dos amigos espirituais um conselho que pudesse interferir em nossa faculdade de observar e compreender com o próprio coração, mas podemos contar sempre com sua sincera amizade e com suas preces pela nossa paz, neste mundo.


2. — Lei de liberdade.

1 Muitos benfeitores espirituais têm procurado auxiliar-nos por intermédio de nossos amigos do coração, entretanto, sua capacidade de cooperar em nosso benefício não podem ultrapassar esses limites, sem prejuízo para a lei de liberdade de consciência, que Deus conferiu a todos nós.

2 Busquemos ser simples e humildes.

3 Enriqueçamos nossa bondade natural com esses dotes e haveremos de ver como as bênçãos de Deus se farão visíveis em nossos caminhos.


3. — Aprendamos.

1 Recomendamos a oração com fervor, todas as noites, pois, os benfeitores da Vida Maior aproveitarão esses momentos para contribuir em nosso favor, levando-nos ao cérebro e ao coração o seu auxílio singelo.

2 Que procuremos meditar muito, aprendendo a resolver e a decidir por nós mesmos, com a plena confiança em Deus, são os nossos votos.


4. — Honrar pai e mãe.

1 Ouçamos, sempre com muito respeito, a palavra de nossos pais para que eles nos abençoem pelo amparo filial que proporcionamos às suas almas generosas.

2 A boa vontade em auxiliá-los nesse sentido é motivo de satisfação para todos, contudo, o júbilo será duplicado quando estivermos ouvindo-os, quanto ao necessário à nossa paz espiritual. Proporcionando-lhes esta justa alegria, supliquemos as bênçãos de Jesus para o nosso coração.


Margarida


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir