Bible of the WayBíblia do Caminho  † Kardequian TestamentTestamento Kardequiano

Índice Página inicial Próximo Capítulo

Revista espírita — Ano V — Abril de 1862

(Édition Française)

 

Conversas familiares de além-túmulo

 

De La Bruyère

(Sociedade de Bordeaux W – Médium: Sra. Cazemajoux)

 

1. Evocação.

Resp. – Eis-me aqui.

 

2. Nossa evocação vos dá prazer?

Resp. – Sim, já que pouquíssimos de vós pensam neste pobre Espírito zombador.

 

3. Qual a vossa posição no mundo espírita?

Resp. – Feliz.

 

4. Que pensais da geração dos homens que vivem atualmente na Terra?

Resp. – Penso que não progrediram muito em moralidade, pois se vivesse entre eles eu poderia aplicar os meus Caracteres com a mesma verdade que os assinalou quando eu vivia. Encontro os meus glutões, os meus egoístas, os meus orgulhosos na mesma situação em que os deixei quando morri.

 

5. Vossos Caracteres  n gozam de merecida reputação. Qual a vossa opinião atual sobre as vossas obras?

Resp. – Penso que não tinham o mérito que lhas atribuís, porquanto teriam produzido outro resultado. Mas acho que nem todos os que as leem se comparam a qualquer daqueles retratos, embora a maioria seja de surpreendente verdade. Tendes todos uma pequena dose de amor-próprio, suficiente para aplicar ao próximo os vossos defeitos pessoais e jamais vos reconheceis quando sois pintados com traços verídicos.

 

6. Acabastes de dizer que os Caracteres poderiam ser hoje aplicados com a mesma verdade. Então não achais os homens mais adiantados?

Resp. – Em geral a inteligência avançou, mas a melhora não deu um passo. Se Molière e eu ainda pudéssemos escrever, não faríamos outra coisa, senão aquilo que fizemos: trabalhos inúteis, que vos advertiriam sem vos corrigir. O Espiritismo será mais feliz. Pouco a pouco vos conformareis à sua doutrina e reformareis os vícios que em vida vos chamamos a atenção.

 

7. Pensais que a Humanidade ainda seja rebelde às advertências que lhe são dadas pelos Espíritos encarnados em missão na Terra e pelos Espíritos que os vêm ajudar?

Resp. – Não; a época do progresso e dá renovação da Terra e de seus habitantes chegou. É por isso que os bons Espíritos vêm prestar-vos o seu concurso. Disse-vos bastante esta noite, mas prepararei um dos meus Caracteres para daqui a alguns dias.

 

8. Vossos Caracteres não podem ser aplicados também a alguns Espíritos errantes, movidos por idênticos sentimentos?

Resp. – A todos os que ainda têm, no estado de Espírito, essas mesmas paixões que em vida os dominavam. Perdoai-me a franqueza, mas, quando me chamardes, eu vos direi as coisas sem fineza e sem rodeios.

 

.Jean de La .Bruyère  n

 


[1] [Les caractères de La Bruyère: Suivis des Caractères de Théophraste - Google Books]

 

[2] [v. Jean de La Bruyère]

 

Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

D
W