Bíblia do Caminho Antigo Testamento

Salmos — Livro III  † 

(Vulgatæ Editionis)

CAPÍTULO 74

(Versículos e sumário)

74 (De inteligência de Asaph.) Por que razão, ó Deus, nos hás desamparado para sempre? incendiado está o teu furor sobre as ovelhas do teu pasto?

2 Lembra-te da tua congregação, que possuíste desde o princípio; tu redimiste a porção da tua herança: o monte de Sião, em que te aprouve habitar.

3 Levanta as tuas mãos contra as soberbas deles até ao fim; quantas maldades tem cometido o inimigo no santuário!

4 E os que te aborreceram, gloriaram-se no meio da tua solenidade. Puseram as suas insígnias, como sinais,

5 E não as conheceram bem como nas portas sobre o mais alto; como em um bosque de árvores, com machados.

6 Destroçaram à uma as suas portas, com machado e a camartelo a derribaram a ela.

7 Abrasaram em fogo ao teu santuário; na terra profanaram o tabernáculo do teu nome.

8 Disseram no seu coração, os das tuas parentelas, todos juntamente: Façamos cessar da terra todas as festas de Deus [Em outras traduções “Sinagogas de Deus”].

9 Não temos visto os nossos sinais; já não há profeta; e não nos conhecerá daqui em diante.

10 Até quando, ó Deus, nos afrontará o inimigo? blasfemará o adversário o teu nome até ao fim?

11 Por que retrais a tua mão, e a tua direita, do meio do teu seio, até ao fim?

12 Mas o Deus, Rei nosso antes dos séculos, obrou a salvação no meio da terra.

13 Tu com o teu poder deste solidez ao mar; moeste as cabeças dos dragões nas águas.

14 Tu quebraste as cabeças do dragão; deste-o por comida aos povos da Etiópia.

15 Tu abriste as fontes e os ribeiros; tu secaste os rios de Ethan.

16 Teu é o dia, e tua é a noite; tu fabricaste a aurora e o sol.

17 Tu fizeste todos os limites da terra; o estio e a primavera tu os formaste.

18 Lembra-te disto, o inimigo improperou ao Senhor; e um povo néscio irritou o teu nome.

19 Não entregues às feras as almas que te louvam, e não ponhas em esquecimento para sempre as almas dos teus pobres.

20 Olha para o teu testamento; porque os obscurecidos da terra são os que estão cheios de casas de iniquidade.

21 Não se volte confundido o humilde; o pobre e o desvalido louvarão o teu nome.

22 Levanta-te, ó Deus, julga a tua causa; lembra-te dos impropérios feitos contra ti, daqueles com que um povo néscio te injuria todo o dia.

23 Não te esqueças das vozes de teus inimigos; a soberba daqueles que te aborrecem sobe continuamente.



Há imagens desse capítulo, visualizadas através do Google - Pesquisa de livros, nas seguintes bíblias: Padre Antonio Pereira de Figueiredo edição de 1828 | Padre João Ferreira A. d’Almeida, edição de 1850 | A bíblia em francês de Isaac-Louis Le Maistre de Sacy, da qual se serviu Allan Kardec na Codificação. Veja também: Hebrew - English Bible — JPS 1917 Edition; La Bible bilingue Hébreu - Français — “Bible du Rabbinat”, selon le texte original de 1899; Parallel Hebrew Old Testament by John Hurt (Nota importante sobre a enumeração dos salmos)


.

Abrir