Bíblia do Caminho Antigo Testamento

Salmos — Livro I    † 

(Vulgatæ Editionis)

CAPÍTULO 6

(Versículos e sumário)

6 (Para o fim entre os cânticos.  n Salmo de David, para a oitava.) Senhor não me arguas no teu furor nem me castigues na tua ira.

2 Tem misericórdia de mim, Senhor, porque sou enfermo; sara-me, Senhor, porque os meus ossos estão comovidos.

3 E a minha alma se turbou em extremo. Mas tu, Senhor, até quando?

4 Volta-te, Senhor, e livra a minha alma; salva-me pela tua misericórdia.

5 Porque na morte não há quem se lembre de ti: e no inferno quem te louvará?

6 Trabalhado me vejo no meu gemido: lavarei todas as noites o meu leito; regarei com minhas lágrimas o meu estrado.

7 O meu olho se turvou à vista do furor; tenho envelhecido no meio de todos os meus inimigos.

8 Apartai-vos de mim todos os que obrais iniquidade, porque o Senhor ouviu a voz do meu pranto.

9 O Senhor ouviu o meu humilde rogo; o Senhor recebeu a minha oração.

10 Sejam confundidos, e em extremo conturbados, todos os meus inimigos; convertam-se, e sejam cobertos de ignomínia num instante.



[1] Este salmo na Bíblia do Padre Antônio Pereira de Figueiredo, tanto em latim como em português, possui 11 versículos; todavia, para se conformar com a numeração de versões atuais da Bíblia a introdução que ocupava todo o 1º versículo foi colocada entre parênteses.

Há imagens desse capítulo, visualizadas através do Google - Pesquisa de livros, nas seguintes bíblias: Padre Antonio Pereira de Figueiredo edição de 1828 | Padre João Ferreira A. d’Almeida, edição de 1850 | A bíblia em francês de Isaac-Louis Le Maistre de Sacy, da qual se serviu Allan Kardec na Codificação. Veja também: Hebrew - English Bible — JPS 1917 Edition; La Bible bilingue Hébreu - Français — “Bible du Rabbinat”, selon le texte original de 1899; Parallel Hebrew Old Testament by John Hurt.


.

Abrir