Bíblia do Caminho Antigo Testamento

Sofonias    † 

(Vulgatæ Editionis)

CAPÍTULO 2

(Versículos e sumário)

2 Vinde todos, ajuntai-vos, povos indignos de ser amados;

2 Antes que a ordem traga este dia como o pó que arrebatado passa, antes que venha sobre vós a ira do furor do Senhor, antes que venha sobre vós o dia da indignação do Senhor.

3 Buscai o Senhor, todos vós os que sois mansos na terra, vós os que obrastes segundo os seus preceitos; buscai a justiça, buscai a mansidão; para ver se podeis achar algum asilo no dia do furor do Senhor.

4 Porque Gaza será destruída, e Ascalon virá a ser um deserto; a Azot arruinarão ao ponto do Meio-dia, e Accaron será arrancada pela raiz.

5 Ai de vós, os que habitais o cordel do mar, povo de homens perdidos; Canaan, terra dos Filisteus, a palavra do Senhor está a cair sobre vós, e eu te exterminarei, sem que fique um só dos teus habitantes.

6 E o cordel do mar servirá de lugar de repouso para os pastores, e de um aprisco para as ovelhas;

7 E aquele cordel será uma colheita para os que tiverem ficado da casa de Judá; eles acharão lá pastagens, eles descansarão de tarde nas casas de Ascalon; porque o Senhor seu Deus os visitará, e os fará tornar do lugar do seu cativeiro.

8 Eu ouvi os opróbrios de Moab, e as blasfêmias dos filhos de Ammon; com que eles insultaram ao meu povo, e engrandeceram seu próprio reino apoderando-se das suas terras.

9 Por isso eu juro por vida minha, diz o Senhor dos exércitos, o Deus de Israel, que Moab virá a ser como Sodoma, e os filhos de Ammon como Gomorra; a sua terra tornar-se-á numa meda de espinhos secos, e num montão de sal, e numa solidão para sempre. As relíquias do meu povo os saquearão, e os que restarem da minha gente serão os donos da sua terra.

10 Isto é o que lhes há de acontecer por causa da sua soberba; porque eles blasfemaram, e se engrandeceram sobre o povo do Senhor dos exércitos.

11 O Senhor se mostrará terrível contra eles, e aniquilará a todos os deuses da terra; e adorá-lo-ão todos, cada um desde o seu país, todas as ilhas das gentes.

12 Mas também vós, ó etíopes, sereis mortos pela minha espada.

13 E o Senhor estenderá a sua mão contra o Aquilão, e perderá a Assur; e reduzirá a formosa a uma solidão, e a um despovoado, e como a um ermo.

14 E os rebanhos descansarão no meio desta cidade, todas as alimárias das gentes se retirarão a ela; e o onocrótalo [pelicano], e o ouriço terão por morada os seus vestíbulos; ouvir-se-á o canto das aves por cima das janelas, o corvo por cima das portas, porque eu debilitarei toda a sua força.

15 Esta é a cidade gloriosa que habitava cheia de confiança; que dizia no seu coração: Eu sou a única, e depois de mim não há outra; como se mudou ela num deserto, num covil de feras? Todo o que passar por ela, insultá-la-á com assobiadas, e com gestos de mãos a desprezará.



Há imagens desse capítulo, visualizadas através do Google - Pesquisa de livros, nas seguintes bíblias: Padre Antonio Pereira de Figueiredo edição de 1828 | Padre João Ferreira A. d’Almeida, edição de 1850 | A bíblia em francês de Isaac-Louis Le Maistre de Sacy, da qual se serviu Allan Kardec na Codificação. Veja também: Hebrew - English Bible — JPS 1917 Edition; La Bible bilingue Hébreu - Français — “Bible du Rabbinat”, selon le texte original de 1899; Parallel Hebrew Old Testament by John Hurt.


.

Abrir