Bíblia do Caminho Antigo Testamento

Provérbios    † 

(Vulgatæ Editionis)

CAPÍTULO 3   † 

(Versículos e sumário)

3 Filho meu, não te esqueças da minha lei, e guarda no teu coração os meus preceitos.

2 Porque eles te acrescentarão longura de dias, e anos de vida, e paz.

3 Não te desamparem a misericórdia, e a verdade, põe-nas à roda do teu pescoço, e grava-as sobre as tábuas do teu coração;

4 E acharás graça, e sábia conduta diante de Deus e dos homens.

5 Tem confiança no Senhor de todo o teu coração, e não te estribes na tua prudência.

6 Traze-o no pensamento em todos os teus caminhos, e ele mesmo dirigirá os teus passos.

7 Não sejas sábio a teus próprios olhos; teme a Deus, e aparta-te do mal;

8 Pois isto será saúde para o teu umbigo, e a regadura dos teus ossos.

9 Honra ao Senhor com a tua fazenda, e dá-lhe das primícias de todos os teus frutos;

10 E se encherão os teus celeiros de fartura, e transbordarão de vinho os teus lagares.

11 Não rejeites, filho meu, a correção do Senhor; nem caias em abatimento, quando por ele és castigado;

12 Porque o Senhor castiga aquele a quem ama; e acha nele a sua complacência, como um pai em seu filho.

13 Bem-aventurado o homem que achou a sabedoria, e que está rico de prudência.

14 Melhor é a sua aquisição do que o tráfico da prata, e seus frutos melhores do que o ouro mais fino, e mais depurado.

15 Mais preciosa é que todas as riquezas; e tudo o mais que se deseja não se pode comparar com ela.

16 Na sua direita está a longura de dias, e as riquezas, e a glória na sua esquerda.

17 Os seus caminhos são caminhos formosos, e de paz todas as suas veredas.

18 É árvore da vida para aqueles que lançarem mão dela; e bem-aventurado o que a não largar.

19 O Senhor fundou a terra pela sabedoria, estabeleceu os céus pela prudência.

20 Pela sua sabedoria é que os abismos se romperam, e as nuvens se condensam em orvalho.

21 Filho meu, não te escapem estas coisas de diante dos teus olhos; guarda a lei, e o conselho;

22 E terá vida a tua alma, e engraçado adorno a tua garganta.

23 Então andarás tu com confiança pelo teu caminho, e o teu pé não tropeçará.

24 Se dormires, não temerás; descansarás, e o teu sono será tranquilo.

25 Não te assustes do repentino pavor, nem das poderosas arremetidas, com que os ímpios te acometam.

26 Porque o Senhor estará ao teu lado, e ele guardará o teu pé para não seres apanhado no laço.

27 Não impeças que faça bem aquele que pode; se podes, faze-o tu mesmo também.

28 Não digas ao teu amigo: vai e torna; amanhã te darei; quando tu lhe podes dar logo.

29 Não traces fazer mal ao teu amigo, tendo ele confiança em ti.

30 Não façais processo contra qualquer homem sem motivo, quando ele te não fez mal nenhum.

31 Não invejes o homem injusto, nem imites os teus caminhos;

32 Porque abominação do Senhor é todo o enganador, e a sua conversação é com os símplices.

33 Haverá indigência na casa do ímpio enviada pelo Senhor; porém as habitações dos justos serão abençoadas.

34 Ele escarnecerá dos escarnecedores, e dará graça aos mansos.

35 Os sábios possuirão a glória; a exaltação dos insensatos será a sua ignomínia.



Há imagens desse capítulo, visualizadas através do Google - Pesquisa de livros, nas seguintes bíblias: Padre Antonio Pereira de Figueiredo edição de 1828 | Padre João Ferreira A. d’Almeida, edição de 1850 | A bíblia em francês de Isaac-Louis Le Maistre de Sacy, da qual se serviu Allan Kardec na Codificação. Veja também: Hebrew - English Bible — JPS 1917 Edition; La Bible bilingue Hébreu - Français — “Bible du Rabbinat”, selon le texte original de 1899; Parallel Hebrew Old Testament by John Hurt.


.

Abrir