Bíblia do Caminho  † Antigo Testamento

Índice Página inicial Próximo Capítulo

Números   Ee

(Vulgatæ Editionis)

CAPÍTULO 18

(Versículos e sumário)

18 E o Senhor disse a Arão: Tu, e teus filhos, e a casa de teu pai contigo, pagareis as iniquidades que se cometeram contra o santuário; e tu e teus filhos juntamente dareis conta dos pecados do vosso sacerdócio.

2 Toma também contigo a teus irmãos da tribo de Levi, e o cetro de teu pai; e eles te assistam, e te sirvam; mas tu e teus filhos ministrareis no tabernáculo do testemunho.

3 E os levitas velarão às tuas ordens, e a todas as obras do tabernáculo; sem que eles todavia se cheguem aos vasos do santuário, nem ao altar, para que nem eles morram, nem vós pereçais juntamente.

4 Mas estejam contigo, e velem sobre a guarda do tabernáculo, e em todas as suas cerimônias. Nenhum estrangeiro se misturará convosco.

5 Vigiai na guarda do santuário, e no ministério do altar, para que se não levante a indignação sobre os filhos de Israel.

6 Eu dei-vos os levitas vossos irmãos, separando-os do meio dos filhos de Israel, e os entreguei em dom ao Senhor, para que sirvam nos ministérios do seu tabernáculo.

7 Tu porém e teus filhos guardai o vosso sacerdócio; e tudo o que pertence ao culto do altar, e que está para dentro do véu se faça pelo ministério dos sacerdotes. Se algum estranho se chegar, será morto.

8 Falou mais o Senhor a Arão: Eis-aí te dei a guarda das minhas primícias. Eu te dei a ti e a teus filhos pelo ministério sacerdotal, tudo o que me foi consagrado pelos filhos de Israel, por uma lei perpétua.

9 Isto portanto receberás daquelas cousas que se santificam, e forem oferecidas ao Senhor. Toda a oblação, e sacrifício, e tudo o que se me oferece pelo pecado e pelo delito, e que por isso vem a ser uma cousa santíssima, será teu, e de teus filhos.

10 Tu o comerás no santuário; somente os machos comerão dele, porque é destinado para ti.

11 As primícias porém, que votarem e oferecerem os filhos de Israel; eu tas dei a ti, e a teus filhos, e a tuas filhas por um direito perpétuo. Aquele que se achar limpo na tua casa, comerá delas.

12 Eu te dei toda a medula do azeite, do vinho e do trigo, todas as primícias que se oferecem ao Senhor.

13 Todos os primeiros frutos que a terra produz, e são apresentados ao Senhor, serão para os teus usos; aquele que se achar limpo na tua casa, comerá deles.

14 Tudo o que por voto derem os filhos de Israel, será teu.

15 Tudo o que primeiro sai da matriz de toda a carne, que oferecem ao senhor, ou seja de homens, ou de animais, pertencer-te-á por direito; mas com esta condição, que pelo primogênito do homem receberás o preço, e farás remir tudo o animal imundo,

16 cuja redenção se fará depois de um mês por cinco siclos de prata do peso do santuário. O siclo tem vinte óbolos.

17 Mas não farás remir o primogênito do boi, nem o da ovelha, nem o da cabra, porque são consagrados ao Senhor. Somente derramarás o seu sangue sobre o altar, e queimarás as banhas em suavíssimo cheiro para o Senhor.

18 As carnes porém servirão para teu uso, bem como o peito consagrado, e as espádua direita serão teus.

19 Eu te dei a ti, e a teus filhos, e filhas, por um direito perpétuo todas as primícias do santuário, que os filhos de Israel oferecem ao Senhor. Isto é um pacto de sal, que deve durar para sempre diante do Senhor, para ti e para teus filhos.

20 Disse mais o Senhor a Arão: Vós não possuireis nada na sua terra, nem tereis parte entre eles: Eu é que sou a tua parte e a tua herança no meio dos filhos de Israel.

21 Mas, aos filhos de Levi eu dei um possessão todos os dízimos de Israel pelo ministério, em que eles me servem no tabernáculo do concerto;

22 Para que os filhos de Israel para o futuro se não cheguem mais ao tabernáculo, nem cometam pecado que lhes cause a morte;

23 Mas só os filhos de Levi me sirvam no tabernáculo, e levem sobre si os pecados do povo: lei que será sempre observada nas vossas gerações. Nenhuma outra cousa possuirão,

24 Contentando-se com as oblações dos dízimos, que separei para seu uso e para o que lhes for necessário.

25 Falou também o Senhor a Moisés, dizendo:

26 Ordena e manda aos levitas isto: Quando receberdes dos filhos de Israel os dízimos, que eu vos dei, oferecei ao Senhor as primícias deles, isto é, o dízimo do dízimo,

27 Para isto se vos reputar como oblação das primícias, tanto das eiras como dos lagares,

28 E de todas as coisas de que recebeis primícias, oferecei ao Senhor, e dai-as ao sacerdote Arão.

29 Tudo o que oferecerdes dos dízimos, e que separardes para donativo do Senhor, será o melhor é o mais encolhido.

30 Dir-lhes-ás outrossim: Se vós oferecerdes o que nos dízimos há de mais precioso e de mais excelente, ser-vos-á isso reputado como se désseis as primícias da eira e do lagar;

31 E comereis desses dízimos, vós e as vossas famílias, em todos os vosso lugares, porque este é o preço do serviço, que fazeis no tabernáculo do testemunho.

32 E não pecareis acerca disto, reservando par vós o melhor e o mais pingue; não suceda que profanes as oferendas dos filhos de Israel, e morrais.



Há imagens desse capítulo, visualizadas através do Google - Pesquisa de livros, nas seguintes bíblias: Padre Antonio Pereira de Figueiredo edição de 1828 | Padre João Ferreira A. d’Almeida, edição de 1850 | A bíblia em francês de Isaac-Louis Le Maistre de Sacy, da qual se serviu Allan Kardec na Codificação.

Veja também as seguintes versões: Corrigida e revisada, fiel de Almeida; A Hebrew - English Bible — JPS 1917 Edition; La Bible bilingue Hébreu - Français — “Bible du Rabbinat”, selon le texte original de 1899; Parallel Hebrew Old Testament by John Hurt


.

D
W