Bíblia do Caminho Antigo Testamento

Números    † 

(Vulgatæ Editionis)

CAPÍTULO 5

(Versículos e sumário)

5 Falou mais o Senhor a Moisés, dizendo:

2 Manda aos filhos de Israel, que deitem fora do campo todo o leproso, e o que padece purgação branca, e o que está imundo por ter tocado num morto;

3 Assim macho, como fêmea lançai-os fora do campo, para que o não manchem habitando eu convosco.

4 E assim o fizeram os filhos de Israel, e os lançaram fora do campo, assim corno o Senhor tinha dito a Moisés.

5 E falou o Senhor a Moisés, dizendo:

6 Dize aos filhos de Israel: Quando um homem, ou uma mulher tiverem cometido algum dos pecados, em que de ordinário caem os homens, e tiverem violado por negligência o mandamento do Senhor e tiverem delinquido,

7 Confessarão o seu pecado, e restituirão o mesmo capital, e darão de mais uma quinta parte àquele, contra quem tiverem pecado.

8 Se porém não houver quem o receba, dá-lo-ão ao Senhor, e será do sacerdote, exceto o carneiro, que se oferece por expiação, para que seja hóstia de aplacar.

9 Todas as primícias, que os filhos de Israel oferecem, pertencem também ao sacerdote;

10 E tudo o que se oferece por cada um para o santuário, e se entrega nas mãos do sacerdote, será dele.

11 Tornou o Senhor a falar a Moisés, dizendo:

12 Fala aos filhos de Israel, e lhes dirás: O homem, cuja mulher cair em falta, e desprezando o seu marido

13 Dormir com outro homem, e o marido não puder prová-lo, mas está oculto o adultério, e ela não pode ser convencida por testemunhas, porque não foi apanhada no crime;

14 Se o espírito de zelos concitar o marido contra sua mulher, que ou lhe foi infiel, ou é acusada por uma falsa suspeita,

15 Ele a trará diante do sacerdote, e oferecerá por ela em oferta a décima parte de uma medida de farinha de cevada; não derramará sobre ela azeite, nem porá sobre ela incenso, porque é sacrifício de zelos, e uma oblação para descobrir o adultério.

16 O sacerdote pois a oferecerá, e a apresentará diante do Senhor.

17 E tomará da água benta num vaso de barro, e lançará nela um pouco de pó do pavimento do tabernáculo.

18 E tanto que a mulher se apresentar diante do Senhor, o sacerdote lhe descobrirá a cabeça, e lhe porá nas mãos o sacrifício de recordação,  e a oferta de zelos; e ele mesmo terá as águas amargosíssimas, sobre que pronunciou as maldições com execração;

19 E a esconjurará, e lhe dirá: Se um homem estranho não dormiu contigo, e tu te manchaste largando o leito de teu marido, não te farão mal estas águas amargosíssimas, sobre que eu lancei as maldições.

20 Mas se tu te apartaste de teu marido, e te manchaste, e te deitaste com outro homem,

21 Cairão sobre ti estas maldições: O Senhor te faça um objeto de maldição, e um exemplo para todo o seu povo; ele faça que apodreça a tua coxa, e que o teu ventre inchando arrebente.

22 Estas águas de maldição entrem no teu ventre, e inchando-te o útero, apodreça a tua coxa. E a mulher responderá: Amém, amém.

23 E o sacerdote escreverá estas maldições num livro, e depois as apagará com estas águas amargosíssimas, que ele carregou de maldições,

24 E dar-lhas-á a beber. E depois que as tiver tragado,

25 Tomará o sacerdote da mão da mulher o sacrifício de zelos, e levantá-lo-á diante do Senhor, e po-lo-á em cima do altar; mas isto de modo, que primeiro

26 Tenha ele separado um punhado do que se ofereceu em sacrifício, e o queime sobre o altar; e desta maneira dê a beber à mulher das águas amargosíssimas.

27 Logo que ela as tiver bebido, se está culpada, e desprezado seu marido pecou por adultério, penetrá-la-ão as águas da maldição, e inchando-lhe o ventre lhe apodrecerá a coxa; e a mulher será em execração e escarmento para todo o povo.

28 Porém se ela for inocente, não experimentará mal algum, e terá filhos.

29 Esta é a lei dos zelos. Se uma mulher se retirar de seu marido, e lhe for infiel,

30 E o marido agitado do espírito de zelos a apresentar diante do Senhor, a o sacerdote fizer com ela tudo o que fica escrito,

31 Será o marido sem culpa, e a mulher pagará a sua maldade.



Há imagens desse capítulo, visualizadas através do Google - Pesquisa de livros, nas seguintes bíblias: Padre Antonio Pereira de Figueiredo edição de 1828 | Padre João Ferreira A. d’Almeida, edição de 1850 | A bíblia em francês de Isaac-Louis Le Maistre de Sacy, da qual se serviu Allan Kardec na Codificação. Veja também: A versão Corrigida e revisada, fiel de Almeida; A Hebrew - English Bible — JPS 1917 Edition; La Bible bilingue Hébreu - Français — “Bible du Rabbinat”, selon le texte original de 1899; Parallel Hebrew Old Testament by John Hurt


.

Abrir