Bíblia do Caminho Antigo Testamento

Naum    † 

(Vulgatæ Editionis)

CAPÍTULO 2

(Versículos e sumário)

2 Eis sobre os montes os pés dos evangelizadores que anunciam a paz. Celebra tuas festas e teus votos Judá, porque Belial não mais passará por ti: terá sido extirpado totalmente.  n

2 Eis-aí vem aquele que te há de destruir tudo à tua vista, o que te há de pôr em apertado sítio! Reconhece o caminho, conforta os lombos, acrescenta mui alentados brios ao teu valor!

3 Porque o Senhor vai castigar a soberba que se ousou com Jacob, bem como a soberba que se ousou com Israel; quando os seus inimigos os saquearam e lhes deitaram a perder os seus rebentos.

4 O escudo dos seus valentes lança chamas de fogo, os combatentes do exército estão vestidos de púrpura; as rédeas das suas carroças de guerra despedem resplendores no dia do seu apercebimento para a guerra, e os seus condutores se acham adormecidos.

5 Nas marchas se desordenaram; as carroças se colidiram umas com as outras nas ruas; a vista deles é como lâmpadas ardentes, como relâmpagos que discorrem de uma parte para a outra.

6 Ele se lembrará dos seus valentes, eles cairão de tropel nos seus caminhos. Denodadamente escalarão os seus muros, e se aparelhará a coberta.

7 Enfim as portas se abriram pela inundação dos rios, e o templo foi destruído até ficar por terra.

8 E os soldados da guarda foram levados prisioneiros; e as suas escravas eram levadas cativas, gemendo como pombas, rosnando nos seus corações.

9 E Nínive ficou toda coberta de água, como um tanque; mas os seus cidadãos fugiram. Parai, parai! Mas nenhum há que volte.

10 Saqueai a prata, saqueai o ouro; e não há fim das riquezas de todo o gênero de móveis apetecíveis.

11 Nínive está destruída, rasgada, e dilacerada! E nela se encontram corações desmaiados, e desconjuntamento de joelhos, e desfalecimento em todos os rins; e o rosto de todos eles é como a tisnadura da panela.

12 Onde está agora a habitação dos leões, e as pastagens dos leõezinhos, para onde se iam ali recolher o leão, e o cachorro do leão, sem haver ninguém que os espantasse?

13 O leão tomou o que bastava para os seus cachorros, e matou caça para as suas leoas; e encheu as suas covas de presas, e a sua caverna de rapinas.

14 Eis-aí venho eu a ti, diz o Senhor dos exércitos, e porei fogo às tuas carroças até as reduzir a fumo, e a espada devorará os teus leõezinhos; e arrancarei da terra a tua presa, e não se ouvirá mais a voz dos teus embaixadores.



[1] O primeiro versículo desse capítulo não existe na versão de Figueiredo nem na Vulgata, mas está presente no original hebraico e na Nova Vulgata.

Há imagens desse capítulo, visualizadas através do Google - Pesquisa de livros, nas seguintes bíblias: Padre Antonio Pereira de Figueiredo edição de 1828 | Padre João Ferreira A. d’Almeida, edição de 1850 | A bíblia em francês de Isaac-Louis Le Maistre de Sacy, da qual se serviu Allan Kardec na Codificação. Veja também: A versão Corrigida e revisada, fiel de Almeida; A Hebrew - English Bible — JPS 1917 Edition; La Bible bilingue Hébreu - Français — “Bible du Rabbinat”, selon le texte original de 1899; Parallel Hebrew Old Testament by John Hurt


.

Abrir