Bíblia do Caminho  † Antigo Testamento ©

Índice Página inicial Próximo Índice

Jeremias   Ee

Índice

(Capítulos)

(Jr 1 — 33) Introdução. Juízos de Deus sobre Judá | Capítulo 1 | Missão de Jeremias. | Males que estão para vir sobre a terra de Judá. | Capítulo 2 | Queixas do Senhor contra os filhos de Israel. | Predições dos males que estão para vir sobre eles. | Capítulo 3 | O Senhor convida os filhos de Israel a tornarem para ele. | Infidelidade de Judá. | Chamada de Israel, sua conversão. | Reunião das duas casa de Israel e de Judá. | Glória de Jerusalém. | Capítulo 4 | Promessas do Senhor a Israel. | Exorta os de Judá a prevenir a sua ira. | Anuncia-lhes a terrível destruição que está a vir sobre eles. | Sentimento do profeta por esta causa. | O Senhor todavia os não perderá de todo. | Capítulo 5 | Corrupção geral dos habitantes de Jerusalém. | Estranha o Senhor aos filhos de Israel a sua infidelidade, e incredulidade. | Anuncia o castigo de seus crimes. | Promete não os exterminar de todo. | Capítulo 6 | Assolação de Jerusalém e de Judá. | Infidelidade deste povo. | Falsa paz que lhe é prometida. | Sentinelas postas, e não ouvidas. | Informar-se do bom caminho, e andar por ele. | Jeremias foi estabelecido sobre este povo para o provar. | Capítulo 7 | Vã confiança dos judeus no templo do Senhor, quando eles o desonravam com os seus grandes pecados. | Proíbe o Senhor a Jeremias, que não ore por este povo. | Sacrifícios inúteis sem obediência. | Capítulo 8 | Castigo do Senhor sobre Jerusalém. | Impenitência deste povo. | Falsos sábios. | Assolação da Judeia. | Aflição do profeta. | Gemidos da filha de Sião. | Resina e médico de Gallad. | Capítulo 9 | Chora Jeremias a mortandade dos filhos de Judá. | Nenhuma fidelidade há entre eles. | Busca o Senhor um homem sábio que perceba os seus juízos. | Mulheres chamadas para chorar a desolação de Judá. | Vinganças do Senhor sobre Judá e sobre os povos visinhos. | Capítulo 10 | Exorta o Senhor a casa de Israel a que não tome parte na idolatria das gentes no seu cativeiro. | Adverte a Jerusalém que se prepare para a assolação que a ameaça. | Jerusalém conjura o Senhor que afaste dele a sua indignação. | Capítulo 11 | Habitantes de Judá e de Jerusalém exortados a observarem o pacto do Senhor. | Sua infidelidade. Vinganças do Senhor. | Deus proíbe a Jeremias que não ore por eles. | Malvados intentos que eles formavam contra Jeremias. | Profecia contra Anathoth. | Capítulo 12 | O profeta se queixa a Deus da prosperidade dos maus. | Deus lhe anuncia as perseguições que ele tem de sofrer. | Desolação da herança do Senhor. | Vingança do Senhor sobre os povos de Judá. | Restabelecimento dos mesmos povos. | Capítulo 13 | Cinto de Jeremias escondido e apodrecido dentro do buraco duma pedra. Figura do povo de Judá entregue nas mãos das nações. | Exorta Jeremias este povo a fazer penitência. | Estranha-lhe a sua infidelidade, e anuncia-lhe as vinganças do Senhor. | Capítulo 14 | Seca e fome na terra de Judá. | Oração de Jeremias em nome do povo. | Falsos profetas que seduzem o povo, prometendo-lhe a paz. | Renova Jeremias as suas instancias em nome do povo. | Capítulo 15 | O Senhor recusa perdoar aos habitantes de Judá. | O profeta se lamenta de estar feito um objeto de contradição para o seu povo. | Implora os socorros do Senhor. | O Senhor lhe promete enche-lo de fortaleza e livrá-lo de seu inimigos. | Capítulo 16 | Proíbe o Senhor ao profeta que não case, nem tome parte no luto, nem na alegria do seu povo. | Cativeiro dos filhos de Israel. Seu livramento. | Capítulo 17 | Vinganças do Senhor contra a infidelidade de Judá. | Maldito aquele que pões a sua confiança no homem: bem-aventurado o que a pões em Deus. | O profeta implora a proteção do Senhor. | Santificação do salvador. | Capítulo 18 | Assim como o oleiro faz do seu barro o que quer, assim o Senhor dispõe do seu povo como lhe apraz. | Infidelidade de Judá. | Conspiração contra Jeremias. | Capítulo 19 | Quarta de barro quebrada por Jeremias no vale de Tosseth, símbolo da assolação de Judá e de Jerusalém. | Fala Jeremias no templo, e ali repete as suas ameaças. | Capítulo 20 | Fassur manda meter a Jeremias no cepo. | Jeremias depois de solto profetiza contra Fassur. | Queixa-se a Deus e amaldiçoa o dia do seu nascimento. | Capítulo 21 | Sedecias manda consultar a Jeremias. | Este profeta lhe prediz os males que estão para vir sobre Jerusalém. | Meios que Deus dá aos moradores de Jerusalém para salvarem a vida, e ao rei de Judá para evitar os males de que é ameaçado. | Capítulo 22 | O Senhor exorta a Joaquim, e ao seu povo a serem dóceis à sua voz. | Não chorar a Josias, mas chorar a Sellum. | Repreensões contra Joaquim. Seu fim desgraçado. | Jerusalém desamparada dos seus aliados. | Juízo do Senhor contra Jerusalém. | Capítulo 23 | Ameaças contra os pastores infiéis. | Tornada do cativeiro. | Reino do Messias. | Dor e aflição de Jeremias. | Repreensões e ameaças contra os falsos profetas, e contra os que desprezam as palavras do Senhor na boca dos profetas verdadeiros. | Capítulo 24 | Visão de dois cabazes [cestos], um cheio de bons figos, que representam os judeus levados cativos para Babilônia, outro cheio de maus figos, que representam os judeus que ficaram na Judeia, ou foram para o Egito. | Capítulo 25 | Indocilidade de Judá à voz do profeta. | Vingança do Senhor sobre Judá e sobre as nações que o cercam. | Setenta anos de cativeiro. | Vinganças do Senhor sobre Babilônia. | Calix da ira do Senhor. Execução das suas vinganças. | Capítulo 26 | Jeremias profetizando a ruína de Jerusalém, é apresentado aos príncipes de Judá, para ser condenado à morte. | Os príncipes e o povo o reconhecem inocente. | Exemplo de Miqueias perdoado por Ezequias, e de Urias mandado matar por Joaquim. | Capítulo 27 | Prisões e cadeias mandadas a diversos reis. | O Senhor ordena a estes príncipes que se submetam ao rei de Babilônia. | Falsos profetas que seduziam o povo. | Vasos do templo transportados a Babilônia. | Capítulo 28 | Falsa predição de Hananias. | Jeremias apela para o sucesso. | Continua Hananias em sustentar a sua falsa predição. | Jeremias lhe declara que ele morrerá naquele mesmo ano. | Morte de Hananias. | Capítulo 29 | Carta de Jeremias aos cativos de Babilônia. | Promessas da sua tornada. | Ameaças contra Acab e Sedecias, falsos profetas. | Carta de Semeias a Sofonias contra Jeremias. | Ameaças contra Semeias. | Capítulo 30 | Tornada de Israel e de Judá. | Dia terrível que a precedera. | As duas casas de Israel e de Judá servirão ao Senhor e a David seu rei. | O Senhor perderá os inimigos do seu povo. | Capítulo 31 | Restabelecimento da casa de Israel reunida à de Jacob. | Efraim reconhece a sua iniquidade. | Deus o olha com misericórdia. | Prodígio do nascimento do Messias. Concerto. | Jerusalém reedificada. | Capítulo 32 | Jeremias compra um campo, e faz conservar a escritura desta compra em sinal do restabelecimento de Judá. | Sua oração ao Senhor. | Capítulo 33 | Promessas da tornada de Judá e restabelecimento de Jerusalém. | Novo gérmen da geração de David. | Pacto do Senhor com as duas prosápias, real e sacerdotal. | Promessas a favor de Jacob e de David — (Jr 34 — 45) Parte histórica sobre os Juízos do Senhor e a destruição de Jerusalém | Capítulo 34 | Juízo do Senhor acerca de Sedecias. | Violação da lei do ano sabático. | Vinganças do Senhor contra a infidelidade do seu povo. | Capítulo 35 | O Senhor se serve da fidelidade dos Reccabitas para confundir a infidelidade dos habitantes de Judá. | Capítulo 36 | Jeremias dita a Baruc as suas profecias. | Baruc as lê diante do povo, depois diante dos príncipes. | O rei Joaquim manda queimar o livro. | Jeremias as dita segunda vez, junta outras de novo, e anuncia as vinganças do Senhor contra Joaquim. | Capítulo 37 | Sedecias se encomenda nas orações de Jeremias. | Nabucodonosor marcha contra o rei do Egito. | Jeremias prediz que Nabucodonosor tornará contra Jerusalém. | É metido o profeta no calabouço do cárcere. Sedecias o tira dele. | Capítulo 38 | É metido Jeremias num lago. Abdemelec o tira dele. | Sedecias o consulta em segredo. Jeremias lhe aconselha que se entregue aos Caldeus. | Capítulo 39 | Tomada de Jerusalém. | Fugida de Sedecias. É apanhado este príncipe, e levado diante de Nabucodonosor, o qual manda matar a dois filhos de Sedecias, e a este tirar-lhe os olhos, e carregá-lo de ferros. | Pobres deixados na Judeia. | Jeremias posto em liberdade. | Profecia a favor de Abdemelec. | Capítulo 40 | Nabuzardan põe a Jeremias em liberdade. | Jeremias se retira para ao pé de Godolias. | Os judeus dispersos pela fugida se tornam a juntar. | Baalis rei dos Ammonitas manda a Ismael que mate a Godolias. | Capítulo 41 | Ismael mata a Godolias e a todos os que estavam com ele. | Leva prisioneiros todo o resto dos que se achavam em Masfath. | É perseguido por Johanan. | Foge para os Ammonitas. | Johanan reúne os prisioneiros. E estes tomam a resolução de se retirarem para o Egito. | Capítulo 42 | Pedem os judeus a Jeremias que consulte o Senhor. | O Senhor lhes declara que se ficarem na Judeia, ele os fortificará; exorta-os a que não temam o rei de Babilônia; ameaça-os se se retirarem para o Egito. | Jeremias os repreende pela sua indocilidade. | Capítulo 43 | Os judeus acusam a Jeremias de mentiroso. | Retiram-se para o Egito contra a ordem do Senhor. | Levam consigo a Jeremias e a Baruc. | Profecia contra o Egito. | Capítulo 44 | Repreende Jeremias da sua idolatria os judeus que viviam no Egito, e lhes anuncia as vinganças do Senhor. | Eles se obstinam em continuar na sua idolatria; pelo que reitera Jeremias as suas repreensões e ameaças. | O mesmo Jeremias profetiza que o rei do Egito será tomado. | Capítulo 45 | Repreende o Senhor a Baruc que se queixava de não achar descanso; promete-lhe que lhe conservará a vida no meio dos males que oprimirão os outros — (Jr 46 — 51) Profecias acerca das nações | Capítulo 46 | Profecias da derrota dos Egípcios por Nabucodonosor em Carcamis; e da tornada dos filhos de Jacob do cativeiro. | Capítulo 47 | Profecia da expedição de Nabucodonosor contra os Filisteus, depois da tomada de Jerusalém. | Capítulo 48 | Profecia da expedição de Nabucodonosor contra os Moabitas do seu cativeiro e da sua tornada. | Capítulo 49 | Profecia da desolação, do cativeiro e da tornada dos Ammonitas; da desolação dos Idumeus, dos Siros e dos Cedarenos; da dispersão e tornada dos Elamitas. | Capítulo 50 | Profecia da ruína de Babilônia pelos Persas e Médos; e do livramento de Israel e de Judá. | Capítulo 51 | Continuação da profecia contra Babilônia. | Ordem que Jeremias deu a Saraias que ia a Babilônia. (Cap. 52) Apêndice | Capítulo 52 | História do assédio e da tomada de Jerusalém por Nabucodonosor.


.