Bíblia do Caminho Antigo Testamento

Jeremias    † 

(Vulgatæ Editionis)

CAPÍTULO 7

(Versículos e sumário)

7 Palavra que pelo Senhor foi dirigida a Jeremias, a qual dizia:

2 Põe-te em pé à porta da casa do Senhor, e prega aí estas palavras e dize: Ouvi a palavra do Senhor todo Judá, que entrais por estas portas, para adorardes ao Senhor.

3 eis aqui o que diz o Senhor dos exércitos, o Deus de Israel: Fazei bons os vossos caminhos, e os vossos afetos; e eu habitarei convosco neste lugar.

4 Não ponhais a vossa confiança em palavras de mentira, dizendo: Templo do Senhor, templo do Senhor, este templo é do Senhor.

5 Porque se dirigirdes bem os vossos caminhos e os vossos afetos; se fizerdes justiça aos que pleiteiam entre si,

6 Se não oprimirdes o estrangeiro, e o pupilo, e a viúva, nem derramardes o sangue inocente neste lugar, e se não andardes após dos deuses alheios para vossa própria desgraça;

7 habitarei convosco neste lugar; na terra que dei a vossos pais desde o século e até o século.

8 Eis-aí está que vós confiais para vosso mal em palavras de mentira, que vos não servirão para nada;

9 Para furtar, matar, adulterar, jurar falso, sacrificar aos ídolos, e ir após dos deuses estranhos, que não conheceis.

10 E viestes e vos apresentastes diante de mim nesta casa, onde o meu nome foi invocado, e dissestes; Estamos livres ainda que tenhamos cometido todas estas abominações.

11 Logo esta minha casa, onde foi invocado o meu nome diante de vossos olhos, não é assim que está feita um covil de ladrões? Eu, eu sou; eu o vi, diz o Senhor.

12 Ide ao meu lugar em Silo, onde habitou o meu nome desde o princípio; e vede o que lhe eu fiz por causa da malícia do meu povo de Israel.

13 E agora porque tendes feito todas estas obras, diz o Senhor: eu vos falei levantando-me de manhã e falando eu, ainda assim me não ouvistes; e vos chamei, e não respondestes;

14 Farei eu a esta casa onde o meu nome foi invocado e na qual vós pondes a vossa confiança; e este lugar que eu vos dei a vós e a vossos pais assim .como fiz a Silo.

15 E eu vos lançarei bem longe da minha face como lancei a todos os vossos irmãos, a toda a linhagem d’Efraim.

16 Tu pois não rogues por este povo, nem empreendas por ele louvor nem oração, e não te me oponhas; porque te não escutarei.

17 Acaso não vês tu o que estes fazem nas cidades de Judá e nas praças de Jerusalém?

18 Os filhos ajuntam a lenha e os pais acendem o fogo, e as mulheres misturam a manteiga com os mais adjuntos necessários para fazerem tortas à rainha do céu, e para sacrificarem a deuses estranhos, e para me provocarem a ira.

19 Acaso eles a mim é que me provocam a ira? diz o Senhor, ou não é antes a si mesmos que fazem mal para confusão do seu rosto?

20 Portanto isto diz o Senhor Deus: Eis-aí está que o meu furor, e a minha indignação se anda forjando sobre este lugar, sobre os homens, e sobre os animais, e sobre as árvores do campo, e sobre os frutos da terra, e se acenderá, e não se apagará.

21 Isto diz o Senhor dos exércitos, o Deus de Israel: Ajuntai os vossos holocaustos às vossas vítimas, e comei dessas carnes.

22 Porque eu não falei com vossos pais, nem lhes mandei, no dia em que os tirei da terra do Egito, coisa alguma acerca dos holocaustos e das vítimas.

23 Mas eis aqui o que lhes mandei, dizendo: Ouvi a minha voz, e eu serei o vosso Deus, e vós sereis o meu povo; e andai por todo o caminho que eu vos prescrevi, para serdes bem sucedidos.

24 E não me ouviram, nem me aplicaram os seus ouvidos; mas foram-se após os seus apetites, e da pravidade [perversidade] do seu malvado coração; e tornaram para trás, em vez de irem para diante,

25 Desde o dia em que seus pais saíram da terra do Egito; até ao dia de hoje. E eu vos enviarei a vós todos os meus servos os profetas, levantando-me cada dia, muito cedo, e prevenindo-vos em vo-los mandar.

26 E não me ouviram, nem me aplicaram os seus ouvidos; mas endureceram a sua cerviz; e obraram pior que seus pais.

27 E tu lhes dirás a eles todas estas palavras, e não te escutarão; e chamá-los-ás e não te responderão

28 E tu lhes dirás a eles: Esta é uma gente, que não ouviu a voz do Senhor seu Deus, nem recebeu as suas instruções.

29 Corta os teus cabelos, e lança-os fora e levanta o teu pranto ao alto; porque o Senhor arrojou de si, e abandonou a geração do seu furor.

30 Porque os filhos de Judá cometeram o mal diante dos meus olhos, diz o Senhor. Eles puseram os seus tropeços na casa em que foi invocado o meu nome, para a profanarem;

31 E edificaram os altos de Tofeth, que está no vale do filho de Enon; para queimarem no fogo a seus filhos, e a suas filhas, o que eu não mandei, nem pensei no meu coração.

32 Portanto eis-aí virão dias, diz o Senhor, e não se dirá mais Tofeth, nem vale do filho de Enon; senão vale da matança; e enterrarão em Tofeth, porque não haverá mais lugar.

33 E os corpos mortos deste povo servirão de pasto às aves do céu, e às alimárias da terra, e não haverá quem dali as enxote.

34 E farei que se não ouça nas cidades de Judá, e nas praças de Jerusalém voz de gozo, e voz de alegria, voz de esposo, e voz de esposa; porque a terra será posta em desolação.



Há imagens desse capítulo, visualizadas através do Google - Pesquisa de livros, nas seguintes bíblias: Padre Antonio Pereira de Figueiredo edição de 1828 | Padre João Ferreira A. d’Almeida, edição de 1850 | A bíblia em francês de Isaac-Louis Le Maistre de Sacy, da qual se serviu Allan Kardec na Codificação. Veja também: A versão Corrigida e revisada, fiel de Almeida; A Hebrew - English Bible — JPS 1917 Edition; La Bible bilingue Hébreu - Français — “Bible du Rabbinat”, selon le texte original de 1899; Parallel Hebrew Old Testament by John Hurt


.

Abrir