Bíblia do Caminho Antigo Testamento

Jonas    † 

(Vulgatæ Editionis)

CAPÍTULO 1

(Versículos e sumário)

1 E foi dirigida a palavra do Senhor a Jonas, filho de Amathi, a qual dizia:

2 Levanta-te, e vai à grande cidade de Nínive, e prega nela; porque a sua malícia subiu até à minha presença.

3 Jonas pois se pôs a caminho, resoluto a ir para Tharsis, para fugir da face do Senhor, e desceu a Jope, e achou um navio que ia para Tharsis; e deu o seu frete e entrou nele para ir com os seus passageiros a Tharsis fugindo da face do Senhor.

4 Porém o Senhor enviou sobre o mar um vento furioso; e levantou-se no mar uma grande tempestade, e estava o navio em perigo de se fazer em pedaços.

5 Então temeram os marinheiros, e invocaram cada um o seu deus a grandes gritos; e alijaram no mar toda a carga, que traziam no navio, para aliviarem do seu peso. Entretanto Jonas desceu ao porão do navio, e lá dormiu um profundo sono.

6 E chegou-se a ele o piloto, e lhe disse: Como te deixas tu estar agarrado neste sono? Levanta-te, invoca o teu Deus, a ver se acaso de lembra de nós, e não permite que pereçamos.

7 Então disse cada um para o seu companheiro: Vinde, e deitemos sortes, para sabermos porque nos acontece este mal. E lançaram sortes; e caiu a sorte sobre Jonas.

8 Eles depois lhe disseram: Declara-nos, qual é a causa deste perigo em que nós estamos; em que te ocupas tu? onde é a tua terra, e para onde vais? ou de que povo és tu?

9 Jonas lhes respondeu: Eu sou hebreu, eu temo o Senhor Deus do céu, que fez o mar e a terra.

10 Então os homens ficaram tomados de grande medo, e lhe disseram: Porque fizeste tu isto? (Porque os tais homens vieram a saber que ele ia fugindo da face do Senhor, pois já lho havia declarado).

11 Eles pois lhe disseram: Que te faremos nós, para que o mar cesse de se levantar contra nós? Porque o mar se elevava, e engrossava cada vez mais.

12 E Jonas lhes respondeu: Pegai em mim e lançai-me no mar, e o mar se vos aplacará; porque eu sei que por minha causa é que vos sobreveio esta grande tempestade.

13 Entretanto trabalhavam à força de remo os marinheiros por tornar a ganhar a terra, mas não podiam; porque o mar cada vez se empolava mais, e se embravecia contra eles.

14 Assim eles clamaram ao Senhor, e lhe disseram: Rogamos-te, Senhor, que a morte deste homem não seja causa da nossa perdição, e que não faças cair sobre nós um sangue inocente; porque tu és, Senhor, o que isto fizeste, como quiseste.

15 Depois pegaram em Jonas, e o lançaram no mar; e no mesmo ponto cessou o mar da sua fúria.

16 Então conceberam estes homens um grande temor ao Senhor, e imolaram hóstias ao mesmo Senhor, e lhe fizeram votos.



Há imagens desse capítulo, visualizadas através do Google - Pesquisa de livros, nas seguintes bíblias: Padre Antonio Pereira de Figueiredo edição de 1828 | Padre João Ferreira A. d’Almeida, edição de 1850 | A bíblia em francês de Isaac-Louis Le Maistre de Sacy, da qual se serviu Allan Kardec na Codificação. Veja também: Hebrew - English Bible — JPS 1917 Edition; La Bible bilingue Hébreu - Français — “Bible du Rabbinat”, selon le texte original de 1899; Parallel Hebrew Old Testament by John Hurt.


.

Abrir