Bíblia do Caminho Antigo Testamento

Isaías    † 

(Vulgatæ Editionis)

CAPÍTULO 25

(Versículos e sumário)

25 Senhor, tu és o meu Deus; eu te exaltarei e apregoarei o teu nome; porque tu fizeste maravilhas, declaraste por fiéis os teus antigos desígnios, amém.

2 Porque tu reduziste a cidade a um túmulo, a cidade forte, a ruína, a casa dos estranhos; para não ser cidade e para nunca jamais se reedificar.

3 Por isso te louvará um povo forte, a cidade das nações robustas te temerá;

4 Porque te fizeste fortaleza para o pobre, fortaleza para o necessitado na sua tribulação; esperança contra o torvelhinho, sombra contra o calor. Porque o espírito dos robustos é como um torvelhinho que impede uma parede.

5 Tu como o calor na sede humilharás a insolência tumultuosa dos estranhos; e como com um calor que abrasa por entre nuvens, farás com que se vá murchando a descendência dos fortes.

6 E o Senhor dos exércitos fará neste monte para todos os povos um banquete de manjares substanciais, um banquete de vinho de substanciais tutanos, de um vinho sem fezes.

7 E neste monte quebrará a prisão do laço atado sobre todos os povos e a teia que urdiu sobre todas as nações.

8 Ele precipitará a morte para sempre; e o Senhor Deus enxugará as lágrimas de todas as faces e tirará de cima de toda a terra o opróbrio do seu povo; porque o Senhor falou.

9 E dirá naquele dia: eis aqui temos que este é o nosso Deus por ele esperamos e ele nos salvará; este é que é o Senhor, nós o esperamos longo tempo, nós exultaremos e alegrar-nos-emos com a salvação que ele nos der.

10 Porque neste monte repousará a mão do Senhor; e Moab será trilhado debaixo dele, assim como se trilham as palhas debaixo dum carro.

11 E estenderá as suas mãos por baixo dele assim como as estende o nadador para nadar; e abaterá a sua glória com a esmigalhadura das mãos dele.

12 E as fortificações das tuas altas muralhas cairão, e se abaterão, e virão a terra até se reduzirem a pó.



Há imagens desse capítulo, visualizadas através do Google - Pesquisa de livros, nas seguintes bíblias: Padre Antonio Pereira de Figueiredo edição de 1828 | Padre João Ferreira A. d’Almeida, edição de 1850 | A bíblia em francês de Isaac-Louis Le Maistre de Sacy, da qual se serviu Allan Kardec na Codificação. Veja também: A versão Corrigida e revisada, fiel de Almeida; A Hebrew - English Bible — JPS 1917 Edition; La Bible bilingue Hébreu - Français — “Bible du Rabbinat”, selon le texte original de 1899; Parallel Hebrew Old Testament by John Hurt


.

Abrir