Bíblia do Caminho Antigo Testamento

Êxodo    † 

(Vulgatæ Editionis)

CAPÍTULO 19

(Versículos e sumário)

19 No terceiro mês da saída dos Israelitas da terra do Egito, neste dia, chegaram ao deserto de Sinai.

2 Porque tendo partido de Rafidim, e chegando ao deserto de Sinai, se acamparam no mesmo lugar: e Israel pôs as suas tendas defronte do monte.

3 Moisés porém subiu a Deus, e o Senhor o chamou do monte, e lhe disse : Dirás estas cousas à casa do Jacob, e as anunciarás aos filhos de Israel.

4 Vós mesmos vistes o que eu fiz aos Egípcios, de que modo vos trouxe sobre azas de águias, e vos cheguei para mim.

5 Se portanto ouvirdes a minha voz, e observardes o pacto que eu fiz convosco, sereis para mim a porção escolhida dentre todos os povos; porque minha é toda a terra.

6 E vós sereis o meu Reino Sacerdotal, e uma Nação santa. eis aqui o que tu hás de dizer aos filhos d’Israel.

7 Veio Moisés pois, e convocados os anciãos do povo, lhes expôs todas as falas que o Senhor mandara que lhes dissesse.

8 E todo o povo respondeu a uma voz: Tudo o que o Senhor disse faremos. E como tivesse Moisés referido ao Senhor as palavras do povo,

9 O Senhor lhe disse: Brevemente virei a ti numa nuvem escura, para que o povo me ouça falar contigo, e te creia para sempre. Depois que Moisés referiu ao Senhor as palavras do povo,

10 Que lhe disse: Vai ter com o povo, e santifica-os hoje, e amanhã, e lavem os seus vestidos,

11 E estejam prontos para o terceiro dia: porque no terceiro dia descerá o Senhor à vista de todo o povo sobre o monte Sinai.

12 Tu designarás em roda limites ao povo, e lhe dirás: Guardai-vos de subir ao monte, nem toqueis nos seus limites. Todo o que tocar o monte, de morte, morrerá.

13 A este não o tocará mão: mas ele será apedrejado, ou será asseteado, quer seja uma besta de serviço, quer seja um homem, não viverá. Quando a buzina começar a ouvir-se, então subam ao monte.

14 Moisés tendo descido do monte, foi ter com o povo, e o santificou. E depois de terem lavado os seus vestidos,

15 Lhes disse: Estai aparelhados para o terceiro dia, e não vos chegueis a vossas mulheres.

16 Era chegado o terceiro dia, e já tinha amanhecido, eis-então quando começaram a ouvir-se trovões, e a fuzilar relâmpagos, e uma nuvem mui espessa cobriu o monte, e um som de buzina mui forte atroava, e o povo que estava no arraial, se atemorizou.

17 E como Moisés os fizesse sair do campo para se irem encontrar com Deus, pararam nas raízes do monte.

18 Todo o monte Sinai porém fumegava: porque tinha descido o Senhor a ele no meio de fogos, e dele, como duma fornalha, se elevava o fumo ao alto, e todo o monte causava horror.

19 E o som da buzina se ia aumentando cada vez mais, e se fazia mais penetrante. Moisés falava, e Deus lhe respondia.

20 E o Senhor desceu sobre o monte Sinai, no mesmo cume do monte, e chamou a Moisés ao mais alto dele. Onde chegando Moisés;

21 Lhe disse o Senhor: Desce, e notifica ao povo: não suceda, que para ver o Senhor queira passar os limites, e pereça um grande numero deles.

22 Os sacerdotes também, que se chegam ao Senhor santifiquem-se para que ele os não fira.

23 E disse Moisés ao Senhor: O povo não poderá subir ao monte Sinai, visto que tu mesmo me ordenaste expressamente, dizendo: Põe limites ao redor do monte, e santifica-o.

24 Ao qual respondeu o Senhor: Vai, desce; e subirás tu, e Arão contigo. Os sacerdotes porém e o povo não passem os limites, nem subam onde está o Senhor, não suceda que ele os mate.

25 Desceu pois Moisés até onde estava o povo, e contou-lhe tudo.



Há imagens desse capítulo, visualizadas através do Google - Pesquisa de livros, nas seguintes bíblias: Padre Antonio Pereira de Figueiredo edição de 1828 | Padre João Ferreira A. d’Almeida, edição de 1850 | A bíblia em francês de Isaac-Louis Le Maistre de Sacy, da qual se serviu Allan Kardec na Codificação. Veja também: A versão Corrigida e revisada, fiel de Almeida; A Hebrew - English Bible — JPS 1917 Edition; La Bible bilingue Hébreu - Français — “Bible du Rabbinat”, selon le texte original de 1899; Parallel Hebrew Old Testament by John Hurt


.

Abrir