Antigo Testamento | Eclesiastes - Capítulo 3

Bíblia do Caminho Antigo Testamento

Eclesiastes    † 

(Vulgatæ Editionis)

CAPÍTULO 3   † 

(Versículos e sumário)

3 Todas as coisas têm seu tempo, e todas elas passam debaixo do céu segundo o termo que a cada uma foi prescrito.

2 Há tempo de nascer, e tempo de morrer. Há tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou.

3 Há tempo de matar, e tempo de sarar. Há tempo de destruir, e tempo de edificar.

4 Há tempo de chorar, e tempo de rir. Há tempo de se afligir, e tempo de saltar de gosto.

5 Há tempo de espalhar pedras, e tempo de as ajuntar. Há tempo de dar abraços, e tempo de se pôr longe deles.

6 Há tempo de adquirir, e tempo de perder. Há tempo de aguardar, e tempo de lançar fora.

7 Há tempo de rasgar, e tempo de coser. Há tempo de calar, e tempo de falar.

8 Há tempo de amor, e tempo de ódio. Há tempo de guerra, e tempo de paz.

9 Que tem mais o homem de todo o seu trabalho?

10 Eu vi a aflição que Deus deu aos filhos dos homens, para que se encham dela.

11 Tudo o que ele fez é bom em seu tempo, e entregou o mundo às suas disputas, sem que o homem possa conhecer as obras, que Deus fez desde o princípio até o fim.

12 E eu reconheci que não havia coisa melhor do que alegrar-se o homem, e fazer bem, enquanto lhe dura a vida.

13 Porque todo o homem, que come e bebe, e que tira o bem do seu trabalho, recebe isto por um dom de Deus.

14 Eu aprendi que todas as obras, que Deus fez, perseveram para sempre. Nós não podemos acrescentar, nem tirar nada ao que Deus fez a fim de que ele seja temido.

15 O que foi feito, isso mesmo permanece. As coisas que hão de ser, já foram; e Deus renova aquilo que passou.

16 Eu vi debaixo do sol a impiedade no lugar do juízo, e a iniquidade no lugar da justiça.

17 E eu disse no meu coração: Deus julgará o justo e o ímpio e então será o tempo de todas as coisas.

18 Eu disse no meu coração acerca dos filhos dos homens, que Deus os provara, e lhes mostrava que eram semelhantes aos brutos.

19 Por isso uma é a morte dos homens, e dos brutos, e de uns e outros é igual a condição; do mesmo modo que morre o homem, assim morrem também os brutos; todos respiram da mesma sorte, e o homem não tem nada de mais do que o bruto. Tudo está sujeito à vaidade.

20 E todos eles caminham a um lugar; de terra foram feitos, e em terra se tornam do mesmo modo.

21 Quem sabe se o Espírito dos filhos de Adão subirá para cima, e se o Espírito dos brutos descerá para baixo?

22 E eu reconheci que nada havia melhor do que alegrar-se o homem nas suas obras, e que esta era a parte que lhe cabia. Porquanto quem o poderá pôr em estado de conhecer o que há de ser depois dele?



Há imagens desse capítulo, visualizadas através do Google - Pesquisa de livros, nas seguintes bíblias: Padre Antonio Pereira de Figueiredo edição de 1828 | Padre João Ferreira A. d’Almeida, edição de 1850 | A bíblia em francês de Isaac-Louis Le Maistre de Sacy, da qual se serviu Allan Kardec na Codificação. Veja também: A versão Corrigida e revisada, fiel de Almeida; A Hebrew - English Bible — JPS 1917 Edition; La Bible bilingue Hébreu - Français — “Bible du Rabbinat”, selon le texte original de 1899; Parallel Hebrew Old Testament by John Hurt


.

Abrir