Bible of the WayBíblia do Caminho  † Antigo Testamento

Índice Página inicial Próximo Capítulo

Deuteronômio   Ee

(Vulgatæ Editionis)

CAPÍTULO 25

(Versículos e sumário)

25 Se se mover pleito entre alguns, e houver recurso para os juízes; esses adjudicarão a palma da justiça ao que acharem que a tem; e condenarão de impiedade ao ímpio.

2 E se virem que o delinquente merece açoites, deitá-lo-ão em terra, e fá-lo-ão açoitar na sua presença. O número dos golpes regular-se-á pela qualidade do pecado;

3 Bem entendido todavia; que eles não passem de quarenta; para que teu irmão se não retire feiamente maltratado diante de teus olhos.

4 Não atarás a boca ao boi, que trilha na eira as tuas messes.

5 Quando morarem irmãos juntamente, e um deles morrer sem filhos, a mulher do defunto não casará com outro; mas recebê-la-á o irmão do defunto,  n e suscitará descendência a seu irmão;

6 E ao filho primogênito que tiver dela porá o nome de seu irmão, para que o nome deste não fique esquecido em Israel.

7 Mas se ele não quiser receber a mulher de seu irmão, a qual lhe é devida segundo a lei, irá esta mulher à porta da cidade, e recorrerá aos anciãos, e lhes dirá: O irmão de meu marido não quer suscitar o nome de seu irmão em Israel, nem receber-me por sua mulher.

8 E eles o farão logo comparecer, e lhe farão perguntas. Se ele disser: Eu não a quero receber por mulher;

9 A mulher se chegará a ele diante dos anciãos, e lhe tirará o sapato dum pé, e lhe cuspirá na cara, e dirá: Assim será tratado aquele, que não edifica a casa de seu irmão.

10 E a sua casa se chamará em Israel a casa do descalçado.

11 Se acontecer levantar-se alguma pendência entre dois homens, e um começar a renhir contra o outro e a mulher de um, querendo livrar a seu marido da mão do mais forte, lançar a mão, e lhe pegar pelas suas vergonhas,

12 Far-lhe-ás cortar a mão, e não te moverás de compaixão alguma por ela.

13 Não terás no teu saco diversos pesos, maior e menor;

14 Nem haverá em tua casa um alqueire maior e outro mais pequeno;

15 Terás um peso justo, e verdadeiro, e o teu alqueire será igual, e sempre o mesmo; para assim viveres muito tempo na terra, que o Senhor teu Deus te der;

16 Porque o Senhor teu Deus abomina ao que faz estas coisas, e aborrece toda a injustiça.

17 Lembra-te do que te fez Amalec no caminho quando saías do Egito;

18 De como ele te saiu ao encontro; e matou os últimos do teu exército, que cansados ficavam atrás, quando tu estavas consumido de fome e de fadiga, sem que ele tivesse algum temor de Deus.

19 Quando pois o Senhor teu Deus te tiver dado descanso, sujeitando a ti todas as nações tuas circunvizinhas na terra, que ele te prometeu; apagarás o seu nome debaixo do céu. Olha, não te esqueças disto.

 


Levirato : A lei do levirato descrita acima nos vv . 5-10, prescrevia ao irmão de um homem morto sem deixar filhos desposar sua cunhada. O primeiro filho nascido de tal união era considerado como filho do falecido. Ver exemplos em (Gn ), onde por fim, o pai do marido falecido é que gera um filho à nora; e em (Rt ), onde Ruth, primeiramente casada com um filho de Noemi que morreu, como o irmão deste morreu também,  Booz, devido a desistência do parente mais chegado, sendo o segundo na família, compra os bens do falecido a Noemi e casa-se com a mulher de seu filho. O termo levirato vem do latim levir , que quer dizer cunhado. (Ver referências a essa lei em: Mt 22,23-33 ; Mc 12,19 ; Lc 20,28 )

Há imagens desse capítulo, visualizadas através do Google - Pesquisa de livros, nas seguintes bíblias: Padre Antonio Pereira de Figueiredo edição de 1828 | Padre João Ferreira A. d’Almeida, edição de 1850 | A bíblia em francês de Isaac-Louis Le Maistre de Sacy, da qual se serviu Allan Kardec na Codificação.

Veja também as seguintes versões: Corrigida e revisada, fiel de Almeida; A Hebrew - English Bible — JPS 1917 Edition; La Bible bilingue Hébreu - Français — “Bible du Rabbinat”, selon le texte original de 1899; Parallel Hebrew Old Testament by John Hurt

 

.

D
W