Bíblia do Caminho Antigo Testamento

2º Livro dos Reis    † 

(Vulgatæ Editionis)

CAPÍTULO 5

(Versículos e sumário)

5 Naaman, general do exército do rei da Síria, era um homem poderoso, e de grande privança junto a seu amo; porque por ele salvou o Senhor a Síria; e era um homem valente e rico, mas leproso.

2 Ora uns ladrões haviam saído da Síria, e tinham levado cativa do país de Israel uma rapariga pequena, que estava ao serviço da mulher de Naaman,

3 A qual disse a sua ama: Prouvera a Deus que meu senhor tivera ido buscar o profeta, que está em Samaria; sem dúvida ele o tivera curado da lepra, que padece.

4 Sobre isto foi Naaman ter com seu amo, e declarou-lhe, dizendo: Uma rapariga do país de Israel disse isto e isto.

5 E o rei da Síria lhe respondeu: Vai, eu enviarei uma carta ao rei de Israel. Partindo pois Naaman, e levando consigo dez talentos de prata, e seis mil escudos de ouro, e dez vestidos para mudar,

6 Levou ao rei de Israel a carta concebida nestes termos: Quando tu tiveres recebido esta carta, saberás que eu te enviei Naaman meu servo, para o curares da sua lepra.

7 E tendo o rei de Israel lido a carta, rasgou os seus vestidos, e disse: Acaso sou eu Deus, para poder tirar, e dar vida, como assim este me enviou um homem, para eu o curar da sua lepra? Adverti, e vede que anda buscando ocasião de romper comigo.

8 O que tendo ouvido Eliseu, homem de Deus, a saber, que o rei de Israel rasgara os seus vestidos, mandou-lhe dizer: Porque rasgaste os teus vestidos? Venha ter comigo, e saiba que há um profeta em Israel.

9 Veio pois Naaman com os seus cavalos, e carroças, e parou à porta da casa de Eliseu,

10 E Eliseu lhe enviou um mensageiro, dizendo: Vai, lava-te sete vezes no Jordão, e a tua carne será curada, e ficarás limpo.

11 Naaman agastado se retirava, dizendo: Eu cuidava que ele sairia a buscar-me, e que posto em pé invocaria o nome do Senhor seu Deus, e que me tocaria com a sua mão o lugar da lepra, e que me curaria.

12 Acaso Abana, e Farfar, rios de Damasco, não são melhores do que todas as águas de Israel, para eu me lavar nelas e ficar limpo? Como ele pois voltasse, e se retirasse enfadado,

13 Chegaram-se a ele os seus servos, e lhe disseram: Pai, ainda quando o profeta te houvesse ordenado uma coisa muito difícil, deveras tu sem dúvida fazê-la; quanto mais agora que ele te disse: Lava-te e ficarás limpo.

14 Foi ele pois, e lavou-se sete vezes no Jordão conforme a palavra do homem de Deus, e a sua carne se tornou, bem como a carne dum menino muito tenro, e ficou limpo.

15 E voltando para o homem de Deus com toda a sua comitiva, veio, e se apresentou diante dele, e disse: Eu sei certamente que não há outro Deus em toda a terra, senão o que há em Israel. Rogo-te pois que recebas de teu servo alguma oferta.

16 Mas ele respondeu: Viva o Senhor, em cuja presença estou, que eu a não receberei. E por mais que instasse, absolutamente não condescendeu.

17 E disse Naaman: Seja como tu queres; mas peço-te que me permitas levar dois machos carregados da terra deste país; porque o teu servo não sacrificará mais holocaustos, ou vítimas aos deuses estrangeiros, senão ao Deus de Israel.

18 Esta só coisa porém há pela qual rogues ao Senhor pelo teu servo, quando meu amo entrar no templo de Remmon, para adorar; e segurando-se ele no meu braço, se eu adorar no templo de Remmon, adorando ele no mesmo lugar, que o Senhor me perdoe a mim teu servo por esta causa.

19 Eliseu lhe respondeu: Vai-te em paz. Retirou-se pois dele no melhor tempo do ano.

20 E Giezi criado do homem de Deus disse: Meu amo perdoou a este Naaman Sírio, não querendo receber nada do que ele lhe trouxera; viva o Senhor, que eu correrei atrás dele, e receberei dele alguma coisa.

21 E Giezi foi em alcance de Naaman; o qual, vendo-o vir correndo para ele, saltou do coche a recebê-lo, e disse: Está tudo bom?

22 E ele respondeu: Muito bom. Meu amo me enviou a dizer-te: A esta hora chegaram do monte de Efraim dois moços dos filhos dos profetas; dai-lhes um talento de prata, e dois vestidos para mudarem.

23 E disse Naaman: Melhor é que aceites dois talentos. E obrigou-o a isso, e atou os dois talentos de prata, e os dois vestidos em dois sacos, e carregou com eles dois dos seus servos, que os levaram diante de Giezi.

24 E chegada já a tarde, tomou-os ele das suas mãos, e os guardou em sua casa, e despediu os homens, e eles se foram.

25 Tendo ele pois entrado, pôs-se diante de seu amo. E Eliseu lhe disse: De onde vens, Giezi? Ele lhe respondeu: Teu servo não foi a parte alguma.

26 Mas Eliseu lhe replicou: Pois não tinhas presente o meu Espírito, quando aquele homem desceu do coche ao teu encontro? Tu agora pois recebeste prata, e recebeste vestidos, para comprares olivais, vinhas e ovelhas, e bois, e servos, e servas.

27 Mas também a lepra de Naaman se pegará a ti, e a toda a tua geração para sempre. E Giezi saiu da sua presença leproso como a neve.



Há imagens desse capítulo, visualizadas através do Google - Pesquisa de livros, nas seguintes bíblias: Padre Antonio Pereira de Figueiredo edição de 1828 | Padre João Ferreira A. d’Almeida, edição de 1850 | A bíblia em francês de Isaac-Louis Le Maistre de Sacy, da qual se serviu Allan Kardec na Codificação. Veja também: A versão Corrigida e revisada, fiel de Almeida; A Hebrew - English Bible — JPS 1917 Edition; La Bible bilingue Hébreu - Français — “Bible du Rabbinat”, selon le texte original de 1899; Parallel Hebrew Old Testament by John Hurt


.

Abrir